URGENTE: Prisão da presidenta do PT da Argélia

A Secretária Geral do PT da Argélia, Louisa Hanoune, após ser chamada a testemunhar, foi presa por Tribunal Militar na Argélia, simplesmente por ser Secretária Geral (equivalente a presidente no Brasil) e defender as posições do Partido. O país vive manifestações de milhões como noticiamos aqui. Os deputados do PT já haviam renunciado coletivamente aos mandatos em apoio às manifestações e em defesa de uma Assembléia Nacional Constituinte. Leia o comunicado oficial do PT Argelino, que é aderente do Acordo Internacional dos Trabalhadores e Povos, assim como o DAP no Brasil.

Ler mais

Uma revolução em curso na Argélia

Reproduzimos a entrevista de Nadia Chouitem, médica, sindicalista e deputada na Assembleia Nacional da Argélia. Ela é uma das deputadas da bancada do PT que pediram renúncia coletiva, em meio as manifestações de milhões no país para acabar com o regime. Assim como o DAP no Brasil, o PT argelino é membro do Acordo Internacional dos Trabalhdores (ACIT).

Ler mais