O grito pela vida no 02 de julho baiano

02 de julho é o feriado baiano que representa a luta do seu povo para a consolidação da Independência do Brasil. O DAP Salvador decidiu marcar presença nessa data histórica de luta para a Bahia, realizando um ato presencial no Bairro da Paz por mais serviços públicos, pelo fim da violência policial e pelo fim do governo Bolsonaro.

O que dizem os moradores

O Bairro da Paz é um dos mais populosos e carentes da cidade. Com a pandemia só piorou a situação para seus moradores. Uma das fundadoras do bairro afirmou que o povo está sobrevivendo através de solidariedade. “É um ajudando o outro. A prefeitura (DEM) deveria olhar mais para o bairro e garantir comida na mesa.”

Moradores com cartazes exigindo de Rui Costa o fim da violência policial
Moradores com cartazes exigindo de Rui Costa o fim da violência policial, mais serviços públicos e o fim do governo Bolsonaro

Outro morador disse que certo dia a PM mandou ele ir pra casa, ao que respondeu: “como vou para casa, se preciso botar a comida na mesa da família?”. Essa é a situação em que vive o povo: a encruzilhada entre a pandemia e a fome.

Violência policial

Tudo isso se agrava com o constante genocídio da juventude negra através da Polícia Militar do Estado. Recentemente dois jovens negros foram assassinados no bairro. O povo respondeu com um ato numa das avenidas principais da cidade, pedindo o fim da violência policial.

O DAP combinou com os moradores a realização de uma reunião na rua que aconteceu o ato para levantar uma lista de exigências à prefeitura. Dagmar Santos, membro da coordenação municipal do DAP e do Diretório Municipal do PT, afirmou: “mesmo que seja necessário o isolamento e o distanciamento, vamos ajudar a luta do povo para garantir o pão de cada dia.”

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: