Militantes de Salvador debatem sobre chapas do DAP

O Diálogo e Ação Petista em Salvador (BA) realizou um debate sobre o processo de eleição direta do Partido dos Trabalhadores na noite desta quarta-feira (4). As companheiras e os companheiros discutiram sobre a atual conjuntura política e a campanha das chapas 210 (nacional) e 410 (estadual). A luta pela liberdade do companheiro Lula foi uma bandeira inegociável.

Durante a atividade, muito se falou da necessidade do PT seguir na luta pelos direitos da classe trabalhadora e pelo fim do governo Bolsonaro, com uma Constituinte popular e soberana como única saída frente ao atual cenário que está posto, diante da instituições antidemocráticas que temos hoje no Brasil.

O processo de adaptação do partido e a conciliação com partidos burgueses foram alvo de duras críticas. No caso específico do partido na Bahia, o governador petista Rui Costa foi criticado por ter se posicionado a favor da reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro – enquanto o próprio partido, através de seus representantes no Congresso Nacional, votou contra; pela tentativa de privatizar a Empresa Baiana de Águas e Saneamento; pela militarização das escolas; e pelo genocídio da juventude negra.

Os 7 pontos da tese do DAP para o 7º Congresso do PT foi enfatizado como de fundamental importância na busca da mais ampla unidade no partido neste momento de retirada e direitos e ataques às organizações que representam a classe trabalhadora.

Leia também:
Domingo, dia 8, vote 210 – Chapa Nacional do DAP
DAP realiza evento de lançamento da chapa 210
Markus Sokol: o que está em jogo no 7º Congresso do PT


Um consenso entre os presentes: em 2020, a candidatura do PT para disputar a Prefeitura de Salvador deve trazer propostas concretas para o povo negro na cidade. Também foram discutidas as propostas de criação da Secretaria Negra e da construção de uma autonomia da Juventude Petista (JPT).

A atividade foi coordenada por Rodrigo Lantyer, membro da Executiva do PT Salvador, e contou com as presenças de Markus Sokol, membro da Executiva Nacional do PT e do comitê nacional do DP; Gilberto Leal, do Coletivo de Entidades Negras (Conen); Cristiano, representando o mandato do deputado estadual Jacó; Martiniano Costa, vice-presidente do PT Bahia; Edenice Santana, candidata a presidente do PT  Salvador pela chapa do DAP; Nelsi, da Juventude Revolução do PT; Ademario Costa, candidato a presidente do PT  Salvador; Paulo Riela, secretário de Formação do PT Bahia; e diversos militantes, entre eles jovens e sindicalistas.

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: