Ainda é tempo, voto em golpista não!

Carta de Misa Boito

São Paulo, 14 de março de 2017.

Companheiros e companheiras,
Dou-lhes conhecimento da resolução que apresentei ontem na reunião do Diretório Regional do PT de São Paulo(RS-PT-SP) e que obteve 8 votos.
Infelizmente, alheia à situação que vivemos no Brasil e às razões que trouxeram a crise do nosso partido, uma maioria de 42 companheiros companheiras aprovou uma resolução que autoriza a bancada a votar no candidato do PSDB à presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP).
A votação na Alesp ocorre no mesmo dia em que os trabalhadores da educação começam uma greve nacional e várias categorias realizam um dia de paralisação nacional, contra a destruição da previdência e da legislação trabalhista pelo governo golpista PMDB/PSDB. Que fotografia! Enquanto trabalhadores vão à luta, os deputados do PT vão votar no PSDB, a troco de manter um cargo na primeira secretaria da ALESP!
No  dia seguinte a essa desastrosa decisão do DR-PT-SP o governador Alckmin entrou na justiça com pedido de liminar contra a greve dos metroviários e endurece com os professores “seremos duríssimos” diz o golpista do PSDB. Ainda é tempo dos deputados petistas não cometerem esse erro! Voto em golpista NÃO!
Misa Boito,
Membro do Diretório Regional do PT de São Paulo
A resolução rejeitada
O DR-PT SP, entende a excepcionalidade da situação do pais sob o golpe parlamentar/jurídico/midiático em curso desde o impeachment da presidente Dilma sem crime de responsabilidade, e a instalação do governo Temer no Planalto.
Nesses meses de governo golpista, urdido principalmente pelo PSDB/PMDB, os ataques aos direitos, conquistas sociais e a soberania nacional desvendam o objetivo do golpe que é atender aos interesses do capital financeiro.
É nesse quadro que o DR discute a questão da mesa Alesp e decide:
1.Reforçar em São Paulo, em consonância com o PT em todo pais, a luta para derrotar o governo golpista;
2.No estado de São Paulo, há décadas sob governo do PSDB, isso passa por intensificar a oposição a Alckmin e sua política destruição dos serviços públicos e repressão aos movimentos sindical, popular e da juventude.
3.Assim o DR-PT orienta que a bancada do PT SP não vote no candidato do governador, Cauê Macris do PSDB, para a presidência da mesa da ALESP.
4.O DR chama toda militância do estado para, com bancada e instâncias partidárias, construirmos uma forte oposição ao governo Alckmin e a luta contra o governo golpista, por nenhum direito a menos, integrando o calendário de mobilização (greve nacional da educação e dia nacional de paralisação nacional da CUT) para derrotar as contrarreformas da previdência e trabalhista

Um comentário sobre “Ainda é tempo, voto em golpista não!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s