Todos e todas à posse de Lula em Brasília em 1º de Janeiro

Respeito do voto popular! 

Punição dos crimes eleitorais!

Defesa das reivindicações e aspirações do povo brasileiro!

A vitória de Lula em 30 de outubro, graças à força do povo, foi mais do que eleitoral, foi uma extraordinária vitória política por ter superado todas as manobras e manipulações feitas a partir do aparato de Estado para impedir que a vontade popular pudesse se expressar!

Ela se deu apesar dos empresários que coagiram trabalhadores, de pastores e padres reacionários que manipularam seus fiéis, das ameaças vindas dos quartéis. Por isso, o resultado foi tão comemorado em todo o país. Foi Lula presidente de novo, com a força do povo carregada de profundas aspirações de justiça social e soberania nacional!

Mas desde que foi anunciado o resultado oficial das eleições presidenciais, o golpismo botou a cabeça para fora na ocupação de rodovias – contando com a complacência da chefia da Polícia Rodoviária Federal, a mesma que no dia do 2º turno tentou impedir eleitores de votar com blitzes no Nordeste – e a concentrar manifestantes diante de quartéis em várias capitais e em Brasília pedindo intervenção militar para impedir a posse de Lula. 

O silêncio e a reclusão de Bolsonaro alimenta esses arruaceiros, que são também afagados por generais de pijama ou da ativa. Razão a mais para se organizar em todo país caravanas a Brasília para o dia 1º de janeiro de 2023, como propõem o PT e as demais organizações de luta de nosso povo, tais como a CUT, o MST, a CMP e tantas outras!

Convocamos todos os companheiros e companheiras do DAP, seus grupos de base e coordenações estaduais e locais, a engajarem todos os seus esforços na organização de delegações amplas para ir a Brasília na posse de Lula, em conjunto com os sindicatos, os diretórios e movimentos populares que se empenham na mesma direção, cadastrando e inscrevendo todos e todas que estejam dispostos a conosco participar da grande mobilização que pretende levar 100 mil pessoas à capital federal na virada do ano.

Em Brasília haverá um ponto de recepção dos e das militantes do DAP e vamos nos organizar em coluna com nossas faixas e pirulitos. 

Desde já preparamos as caravanas exigindo do Judiciário e Legislativo: 

Respeito do Voto Popular e Punição dos Crimes Eleitorais; Limpeza da PRF; Punição pelo assédio patronal e da compra de votos. 

Desde já preparamos as caravanas dirigindo ao “gabinete de transição”, através das nossas organizações sindicais e populares, propostas como:  

– Recomposição dos programas sociais (Bolsa Família, Merenda, Farmácia Popular etc.), das verbas das Universidades e Institutos Federais, aumento do salário mínimo, correção do IRPF, garantia do piso da enfermagem, do reajuste salarial dos servidores, parar a Privatização do Porto de Santos e dos Correios. 

O momento da posse de Lula, coroando toda a batalha levada no último período, desde a sua injusta prisão de 580 dias em Curitiba, é também o momento de reafirmar as reivindicações que alimentaram a resistência popular que levará Lula a subir a rampa do Planalto pela terceira vez, dentre elas:

– Revogação das reformas Trabalhista e Previdenciária

– Fim do teto de gastos

– Desmilitarização das polícias e revogação do artigo 142 da Constituição 

– Reforma agrária

– Demarcação das terras indígenas e titulação das quilombolas

– Taxação das grandes fortunas

As reivindicações específicas de setores sociais ou profissionais, assim como os 13 pontos que o DAP levantou na luta pela vitória de Lula, tem o seu lugar nessa grande mobilização. Esta aponta para a reconstrução e a transformação do país com a necessária reforma de cabo a rabo do Estado brasileiro.

Some-se a nós do Diálogo e Ação Petista na sua preparação, entre em contato com nossos companheiros e companheiras na sua cidade ou estado.

Viva a luta do povo brasileiro!

São Paulo, 19 de novembro de 2022

Comitê Nacional do Diálogo e Ação Petista (DAP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: