Parintins/AM: candidato próprio pra valer?

Foi realizado o Encontro Municipal do PT Parintins (485 km de Manaus pelo rio Amazonas) no último dia 03, onde se discutiu a tática eleitoral. O resultado do encontro é igual a Denorex:  parece, mas não é (candidatura própria). Numa cidade em que o PT teve 73% dos votos ainda no 1º. Turno de 2018, a quem serve isso?

Histórico

Anteriormente à pandemia, o DAP discutia apresentar uma pré-candidatura a prefeito da cidade, porém o Movimento PT defendia lançar a prefeito o companheiro Joselito Pimentel. Em nome da unidade, o DAP Parintins decidiu retirar-se da disputa e apoiar a candidatura de Joselito. No entanto, às vésperas do Encontro, os apoiadores de Joselito (do Movimento PT) registraram uma proposta de tática eleitoral para apoiar um candidato de outro partido – sem especificar qual.

A discussão no encontro

Já na abertura do encontro mostrou de fato a que interesses estaria essa proposta: submeter o PT a uma pretensa frente eleitoral com apoio do governador Wilson Lima (PSC), de “todos contra Bi Garcia” (do DEM). Eles explicaram que lançam Joselito candidato, e se não crescer nas pesquisas, poderiam retirar a candidatura para entrar no “blocão” do governador, que segundo a imprensa local, está sendo articulado um “blocão” entre PSC, PMDB e PSB, com o candidato desse grupo a ser escolhido após um pesquisa de opinião (?!) com apoio de Wilson Lima. Pois então, a proposta apresentada no encontro municipal de “candidatura própria com flexibilidade” é, na verdade, uma manobra para negociar com o blocão.

É bom lembrar: PT é oposição no Estado
Wilson Lima do PSC, partido que é sempre bom lembrar faz parte da coligação nacional do Bolsonaro, o próprio foi eleito deputado federal em 2014 por essa legenda, difícil não ser pior. Uma resolução aprovada no último encontro Estadual por unanimidade declara o PT na oposição ao governador Wilson Lima.

A votação

Finalmente foram a voto duas propostas: Candidatura própria com flexibilidade contra a proposta apresentada pela chapa Unidade e Luta (DAP + CNB) defendendo Candidatura própria e/ou coligação apenas com o PSB.  A proposta do Movimento PT + Articulação de Esquerda obteve 11 votos, contra os 6 votos da chapa Unidade e Luta (DAP + CNB).

Fortalecer a chapa do PT

O Diálogo e Ação Petista de Parintins, consciente na necessidade de fortalecer o PT contra os partidos da classe dominante, ainda mais nessa difícil situação de pandemia, vamos fortalecer o PT com vários pré-candidatos a vereador e vereadora que se se identifiquem com nossa plataforma de defesa do PT e das reivindicações populares. Os pré-candidatos do PT apioados pelo DAP farão campanha denunciando o total descaso e desprezo tanto de Bi, de Wilson Lima e de Bolsonaro pela população mais pobre Parintinense, como ficou evidente nesse período de pandemia. Vamos agir como o PT agia.

Gustavo Passaneli
Membro da Executiva Municipal do PT pela chapa Unidade e Luta  

É bom lembrar (2): O PT já cometeu esse erro no passado
Aos mais jovens, vale lembrar que nas eleições municipais de 2004, o PT municipal entrou nessa mesma arapuca. Na época o PT entrou na coligação que elegeu o próprio Bi Garcia (PSDB) contra o “mal maior” do momento. Seis meses de governo Bi, o PT se retirou oficialmente do Governo Municipal.

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: